sexta-feira, 5 de março de 2010

5 de março - Dia da música clássica


Música clássica ou música erudita é o nome dado à principal variedade de música produzida ou enraizada nas tradições da música secular e litúrgica ocidental, que abrange um período amplo que vai aproximadamente do século IX até o presente,[1] e segue cânones preestabelecidos no decorrer da história da música. As normas centrais desta tradição foram codificadas entre 1550 e 1900, intervalo de tempo conhecido como o período da prática comum.

Alguns fatos históricos ocorridos neste dia:

1496 - Henry VII, rei da Inglaterra, encarrega John e Sebastian Cabot de descobrir novas terras.

1616 - A Igreja Católica condena o livro de Copérnico que contém suas teorias astronômicas.
1770 - Conflito entre soldados ingleses e civis americanos mata 5 pessoas. O fato ficou conhecido como Massacre de Boston e é considerado o començo da luta pela independência dos EUA.
1916 - Afunda na costa de Ilhabela, Litoral Norte de São Paulo, o transatlântico Príncipe de Astúrias.
1922 - Fundação do Partido Comunista do Brasil (PCdoB).
1933 - Os nazistas ganham as eleições na Alemanha.
1946 - O primeiro-ministro inglês, Winston Churchill, usa pela primeira vez a expressão "cortina de ferro" para designar os limites da Europa sob o domínio comunista.
1960 - Após dois anos servindo o Exército, Elvis Presley retorna a vida civil.
1962 - EUA realizam teste nuclear no deserto de Nevada.
1966 - Aeronave britânica se choca contra o Monte Fuji, no Japão, matando as 124 pessoas a bordo.
1970 - Entra em vigor o Tratado de Não Proliferação de Armas Nucleares (TNP), aprovado em 12 de junho de 1968.
1982 - O veículo espacial russo Venera 14 aterrissa em Vênus.
1992 - Atirador mata seis pessoas e fere outras seis em Bern, Suíça.
1997 - Representantes da Coréia do Norte e da do Sul se reúnem pela primeira vez em 25 anos.
2000 - Papa João Paulo II beatifica 30 mártires do Rio Grande do Norte, trucidados por índios e holandeses em 1645.
2001 - Tumulto durante a peregrinação anual de muçulmanos a Meca mata 35 pessoas.
2004 - Anistia Internacional denuncia a morte de entre 415 e 370 mulheres na cidade mexicana de Ciudad Juarez na última década. Muitas das vítimas foram estupradas e, depois de mortas, tiveram seus corpos atirados no deserto. Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nenhum comentário:

Postar um comentário