quinta-feira, 1 de abril de 2010

A roceira e a carcinha

Uma moça da roça foi convidada para uma festa onde
teria que usar vestido, coisa que ela não usava, pois
andava só de calças compridas e sem a calcinha.
Não havia loja de roupas íntimas por perto, então
ela teve uma idéia: lembrou-se de que o armazém de um
vilarejo perto da fazenda, vendia sacos vazios. Como a
moça costurava bem, faria sua própria calcinha! Ela
foi até lá, comprou um saco de pano, correu para a
máquina de costurar e confeccionou uma linda calcinha.
No dia da festa, vestiu a peça feita em casa,
colocou o vestido e pegou um ônibus para ir à festa.
Como estava acostumada a usar calças compridas,
sentou-se num dos bancos, bem à vontade, de pernas
abertas. Em sua frente estava um caipira que não
tirava os olhos de cima dela. Passadas duas horas, a
menina se irritou e perguntou:
- O que foi caipira, nunca viu uma calcinha!?
O caipira tomou um fôlego e respondeu:
- Óia moça, vê carcinha eu já vi, mas escrito "ração
pra pinto", é a primeira veiz. Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nenhum comentário:

Postar um comentário